Editoras precisam ser ouvidas

As palestras foram ministradas pelo diretor de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e Tecnologias Educacionais da Secretaria de Educação Básica, Marcelo Soares; pelo diretor de Ações Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Rafael Torino; pelo diretor jurídico da Associação Brasileiras de Direitos Reprográficos (ABDR), Danton Morato; e por Alexandre Martins Fontes, diretor da Editora Martins Fontes. Este último defendeu a necessidade de rediscutir as exigências feitas pelo FNDE para facilitar os trâmites e reduzir a burocracia.
“Este fórum foi muito construtivo e apontou a necessidade de o Ministério da Educação discutir mais profundamente com o mercado editorial suas prioridades e diretrizes”, afirmou Rafael Torino, diretor do FNDE. “Ficou claro que precisamos mostrar para as editoras como irão funcionar os programas daqui para frente. Também é fundamental ouvir mais as editoras, suas sugestões e ideias. Aperfeiçoando os programas, enriquecemos os acervos de livros nas escolas e melhoramos a educação”, concluiu.

Fonte: CBL

ABDL

ABDL

Associação Brasileira de Difusão do Livro, fundada em 27 de outubro de 1987 é uma entidade sem fins lucrativos, que congrega o setor chamado porta a porta, ou venda direta (fora internet).

Compartilhar

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.