Fundo do Livro e Leitura: como aperfeiçoar?

Agora é a hora de dar uma boa espiada e, como propõe o próprio Ministério da Cultura, apresentar sugestões para aperfeiçoar o projeto que modifica a Lei Rouanet. É o que se espera que façamos – tanto no que diz respeito ao mecanismo de financiamento da cultura como um todo como, particularmente, no que diz respeito direto à área do livro e leitura. O blog – que tem para si a tarefa de ajudar a fortalecer a questão do livro e leitura no Brasil – topou o desafio. E propõe que os leitores ajudem a encontrar pontos da proposta que podem ser aperfeiçoados a partir dessa mesma visão: fortalecer as políticas públicas do livro e leitura.
Nesse sentido, o blog dá o pontapé inicial: no segundo parágrafo do inciso XIX do artigo 9º: é justo e correto destinar os recursos a serem gerados por uma futura Loteria da Cultura também para o Fundo Setorial do Livro e Leitura (como está no texto original, destina-se somente ao Fundo Setorial de Artes – o que significa apenas as áreas de música, teatro, circo, dança e artes visuais).

Fonte: Galeno Amorim

ABDL

ABDL

Associação Brasileira de Difusão do Livro, fundada em 27 de outubro de 1987 é uma entidade sem fins lucrativos, que congrega o setor chamado porta a porta, ou venda direta (fora internet).

Compartilhar

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.