BRASIL DISCUTE O LIVRO DIGITAL

O livro digital já é uma realidade. Encontros recentemente realizados no exterior e os inúmeros lançamentos de suportes (e-readers) comprovam essa afirmação. O momento agora é de encontrar e promover mecanismos que tornem o livro digital uma importante oportunidade de novos negócios para os representantes do setor, extraindo o melhor das novas tecnologias.
A Câmara Brasileira do Livro abraçou o tema e quer o Brasil dentro desse contexto global. Firmou para isso uma parceria com a Frankfurter Buchmesse, responsável pela maior e mais importante feira editorial do mundo, realizada em Frankfurt, e transformou o Livro Digital no principal tema do mais importante encontro de profissionais ligados à cadeia produtiva do livro do País.
Assim, para falar sobre os novos rumos desse efervescente mercado será realizado entre os dias 29 e 31 de março, no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, o Primeiro Congresso Internacional do Livro Digital. Trata-se de uma grande oportunidade para o debate sobre os desafios e oportunidades que o futuro reserva ao setor de livros no País. Os principais representantes do segmento estarão presentes ao privilegiado fórum de discussões que vai tratar não apenas o presente e o futuro do livro, como também da convergência das mídias e novos modelos de negócios.
Organizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) – em parceria com a Frankfurter Buchmesse, e contando com a co-realização da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo – o evento terá a duração de três dias com diversas conferências e workshops.
Além de editores, livreiros e distribuidores, são esperadas também as participações de autores, gerentes de marketing, executivos da área de negócios e conteúdo digital, advogados especializados em Direito Autoral, jornalistas, profissionais de TI e Web, publicitários, e todos que de alguma forma têm interesse no assunto do momento, o livro digital.
Entre as personalidades internacionais confirmadas estão Michael Smith, o diretor executivo do Fórum Internacional de Publicações Digitais (IDPF na sigla em inglês), entidade que reúne a indústria de publicações digitais (e-book). Com mais de 20 anos de experiência no setor livreiro, Smith é considerado uma das fontes mais preparadas para falar das novas tecnologias, bem como sobre a adoção das normas do IDPF para leitura eletrônica e seus produtos. Pablo Francisco Arrieta Gomez, o colombiano que é hoje o CEO, diretor acadêmico e fundador do Monitor Capacitação Digital e consultor de empresas como Macromedia, Adobe, Wacom e Nokia e ainda a espanhola Arantxa Mellado, advogada atuante no mercado editorial, responsável pela criação da ediciona.com, um dos mais importantes espaços virtuais de encontro do mundo literário. Outras presenças de grande relevância neste universo e que estarão em São Paulo são a Diretora de Contratos e Direitos Autorais da Little Brown Group Book (Editora que publica Stephanie Meyer, autora da saga Crepúsculo), Diane Spivey e Zhou Hongli, Chefe do Escritório de Direitos Autorais da Shanda Literature, a mais popular plataforma de publicações online em literatura geral na China.

Fonte: Gloriete Trviso- tel 9174-9174 – www.congressodolivrodigital.com.br

ABDL

ABDL

Associação Brasileira de Difusão do Livro, fundada em 27 de outubro de 1987 é uma entidade sem fins lucrativos, que congrega o setor chamado porta a porta, ou venda direta (fora internet).

Compartilhar

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.